Recanto vale verde

Foto de uma família unida- Recanto Vale Verde

Entenda o Processo de Codependência Familiar | Blog Recanto Vale Verde

A família de um dependente químico seja de drogas e álcool sofre muito ao ver seu ente querido passando por esse tipo de situação. Muitas vezes a mãe do dependente, esposa ou algum outro membro da família se torna um codependente químico.

 

Entendendo Sobre o Processo de Codependência Familiar

 

O termo codependente é usado quando uma pessoa da família que sofre um grande impacto emocional e passa a viver a vida do dependente químico. Auxiliando, cedendo e até mesmo patrocinando o usuário no consumo de drogas.

Muitas vezes os familiares não sabem como agir e acabam adoecendo emocionalmente em um primeiro momento, porém a codependência pode evoluir para a depressão, hipertensão e outras doenças mais graves.

A família de um dependente químico deseja muitas vezes esconder a situação e não tratam – à primeira vista- o uso de drogas como um problema grave, porém, com o tempo é inevitável o agravamento da situação tanto para o dependente químico quanto para o familiar.

Estudiosos apontam que existam fases da codependência familiar em casos de dependência química, são elas:

 

1- Fase de Negação

 

No primeiro momento a família tende a não acreditar que as drogas estão afetando justo o seu núcleo familiar. Acreditam que a dependência química, seja ela de drogas e álcool, é algo distante da sua realidade.

 

2- Fase do Silêncio

 

Depois da negação, desentendimentos e brigas constantes, na maioria das vezes ocorre uma preocupação alinhada ao desespero, onde a família tenta de todas as formas controlar o dependente químico. Tentando resolver a situação dentro de casa, sem falar sobre o assunto e sem envolver outras pessoas, sejam elas outros familiares, médicos ou terapeutas.

 

3- Fase onde Ocorre a Troca de Papéis e Manipulação Constante

 

No terceiro estágio da Codependência a família sente na pele a total desordem causada pela dependência química de drogas e álcool. É nesse momento que as mães tomadas pelo desespero saem na calada da noite em busca dos filhos, esposas assumem o controle total das despesas do lar – muitas vezes por não poderem contar com o companheiro – dependente de álcool e drogas.  Nessa fase a família também se torna um alvo fácil para os dependentes, que as manipulam e enganam para conseguirem os entorpecentes.

 

4- Fase da Exaustão Emocional e Física

 

Após tanto sofrimento por conta da doença todos os membros da família ficam exaustos tanto emocionalmente quanto fisicamente. Nesse estágio a família já tentou internações, medicações e diversos tipos de tratamentos. A convivência fica cada vez mais insuportável e ocorre a desestruturação familiar.

Embora estudos apontem as fases da codependência química não podemos afirmar que em todos os casos os sintomas serão os mesmos, porém em todos os casos a família é fundamental para o tratamento e recuperação do dependente químico. E quanto mais rápido for a conscientização do paciente e dos familiares sobre a importância de tratamento, maiores são as chances de recuperação.

 

Tratamento de Dependentes Químicos com o Envolvimento dos Familiares

 

Participar de grupos de apoio com pessoas que passam pela mesma situação irá ajudar bastante na recuperação da estrutura familiar – já que todos os envolvidos sabem o quanto sofrimento as drogas e o álcool trazem para a vida das pessoas. Na Clínica de Reabilitação Recanto Vale Verde o acompanhamento é garantido para os pacientes e familiares. Todos são envolvidos na recuperação tanto do dependente de drogas e álcool, quanto na recuperação das famílias.