Recanto vale verde

A Relação Entre a Depressão e o Uso De Drogas |Dr. José Roberto Otoboni
A Relação Entre a Depressão e o Uso De Drogas |Dr. José Roberto Otoboni
postado por admin 18 de novembro 2019

Pessoas que sofrem com depressão e outros transtornos psiquiátricos estão frequentemente expostos a desenvolver dependência de Álcool e drogas. Neste post vamos entender como se dão há essa dependência e como ajudar um dependente químico com depressão.

Sintomas como tristeza, ansiedade, angústia e desânimo, são aliviados com o uso de substâncias psicoativas (SPA) como o Álcool, a cocaína e a maconha.

Dessa forma, um indivíduo sofrendo de um transtorno mental e comportamental, e que experimente uma dessas substâncias, sente um alívio dos sintomas e tende a desenvolver este hábito, e consequentemente isso o leva a dependência.

Entretanto, o uso de substâncias psicoativas promove um alívio temporário, e cessado seu uso, os sintomas voltam com maior intensidade. Pode haver um momento onde o indivíduo use a droga para lidar com os efeitos negativos causados pela abstinência.

Este uso repetido, caracteriza a dependência, Situação aonde o indivíduo perde o controle do uso e não consegue mais evita¡-lo. Neste estágio, o diagnóstico de depressão é difícil, pois se confunde com os sintomas da dependência, e o risco de suicídio passa despercebido para a família e até para o próprio paciente.

Como as drogas agem no organismo de um paciente com transtornos mentais e comportamentais

Depressão e uso de Álcool: o álcool age como um depressor do sistema nervoso central. Aumentando o risco de suicídio. Além disto, sintomas parecidos com o da depressão surgem na síndrome de abstinência, prejudicando o diagnóstico.

Depressão e uso de drogas estimulantes: devidos aos efeitos eufóricos dos estimulantes, como a cocaína, eles tendem a ser usados com maior frequência entre os depressivos, como uma automedicação. Porém, aptos o efeito eufóricos, há um grande período de depressão, levando a piora da depressão de base e a reincidência no uso.

Depressão e uso da maconha – a depressão é mais comum entre pessoas que usam maconha, piora a depressão pré-existente, desencadeia e piora o curso da esquizofrenia, dos transtornos de ansiedade e de síndrome do pânico.

Depressão e uso de Drogas: números comprovam a relação perigosa

O Índice de pacientes dependentes químicos e transtorno mentais e comportamentais (TMC) varia na literatura (de 30 a 70% dos indivíduos), porém é consenso que a dependência química piora os transtornos mentais e comportamentais que levam ao uso de substancias psicoativas.

Também são maiores as dificuldades no diagnóstico e tratamento, pois este grupo de pacientes tende a faltar mais às consultas, abusar ou não usar os medicamentos, terem comportamento autodestrutivo, incluindo risco maior de suicídio.

Dependência química e depressão: diagnóstico e tratamento

Assim o tratamento para e transtorno mentais e comportamentais e dependência química é difícil e deve ocorrer simultaneamente. Na suspeita de dependência química ou de algum transtorno mental, uma consulta psiquiátrica deve ser agendada. O tratamento pode envolver internação e uso de medicamentos.

Como ajudar um dependente químico com transtornos mentais e comportamentais

A família e os amigos devem se envolver e apoiar o tratamento do paciente, procurar ajuda médica e atendimento profissional. Muitas vezes o paciente com transtornos comportamentais e dependente químico tem tido como problemático, preguiçoso e sem motivação

É preciso entender que tanto os transtornos comportamentais como a depressão e a dependência química são patologias que necessitam de tratamento médico. Essas doenças ainda são vistas com preconceito na nossa sociedade. E como primeiro passo é preciso se despir desses preconceitos.

Leia mais
Equipe Do Recanto Vale Verde Ministra Palestra De Prevenção Para Profissionais dos Correios
Equipe Do Recanto Vale Verde Ministra Palestra De Prevenção Para Profissionais dos Correios
postado por admin 18 de novembro 2019

A prevenção ainda é a melhor forma de combate às drogas, pensando nisso o Dr. José Roberto Otoboni juntamente com a psicologa Paula Caroline Menabo Ferretti e a equipe do Recanto Vale Verde esteve com os profissionais dos Correios para uma palestra sobre prevenção e tratamento contra a dependência química.

O médico responsável e coordenador do centro de tratamento e recuperação para dependentes químicos Recanto Vale Verde, abordou o tema da dependência química, suas principais causas e fatores que levam o dependente ao uso de drogas e álcool. Ele também deu dicas sobre como proceder ao identificar um dependente químico dentro do ambiente de trabalho.

Muitos usuários e dependentes de álcool e drogas apresentam alguns sinais da dependência química, que muitas vezes são ignorados pelos companheiros de trabalho. Comportamentos alterados, negligentes, mudança§a de atividades e amizades e até mesmo desinteresse e diminuição de rendimentos no trabalho são alguns dos sintomas que podem caracterizar o dependente químico.

Porém esses sintomas variam de acordo com cada um, afinal a dependência química é uma doença e se manifesta de forma diferente em cada um, por isso é importante estar informado para saber ajudar um colega quando necessário.

Os participantes ainda conheceram um pouco mais sobre a clinica de reabilitação para dependentes químicos Recanto Vale Verde, sobre suas abordagens e métodos de tratamento. A ação de cunho social faz parte de um projeto dos Correios denominado Programa Escolhas que visa orientar os funcionários sobre a importância de manter-se longe das drogas e do álcool.

prevenção e tratamento contra as drogas e o álcool

palestra do Dr. Jose Roberto Otoboni para os profissionais dos correios

palestra da equipe dao Centro de Tratamento Recanto Vale Verde sobre os perigos das drogas e do álcool e seus tratamentos

Centro de tratamento da dependencia química

Centro de Tratamento Especializado em Dependência Química e Alcoolismo.

Equipe Recanto Vale Verde- Vera Cruz-SP

Postado em 09/07/18

Leia mais
Palestra sobre o Consumo Excessivo de Álcool | Dr. José Roberto Otoboni
Palestra sobre o Consumo Excessivo de Álcool | Dr. José Roberto Otoboni
postado por admin 18 de novembro 2019

O Dr. José Roberto Otoboni esteve na sede do Alcoólicos Anônimos de Presidente Prudente – SP para uma palestra sobre o tratamento de alcoolismo. A palestra abordou temas relevantes sobre como identificar o dependente de álcool e quais as formas de auxilio e tratamento.

A Linha Anuente Entre a Dependência e o Lazer

Muitas pessoas não se dão conta que são dependentes de álcool, porém já estão reféns daquela substancia. Por isso, é importante identificar se o fato de beber socialmente não está se tornando um ví­cio no dia a dia das pessoas.

Enxergar sinais de tolerância, ansiedade e aumento da quantidade gradativamente é de suma importância na hora de identificar um dependente de álcool (e drogas).

O Brasil Apresenta Sinais de Dependência

Segundo o Dr. José Roberto Otoboni, psiquiatra e coordenador do Centro de Tratamento Recanto Vale Verde, o Brasil está perdendo na luta contra o alcoolismo.

Pesquisas revelam que aos 15 anos o brasileiro inicia sua relação com a bebida alcoólica e que cerca de 13% da população do país já apresenta dependência ao álcool.

Alcoólicos Anônimos: o primeiro passo na luta contra o vício

O grupo AA do Brasil foi criado em 1952 no Rio de Janeiro e logo depois se espalhou para o Brasil em Subgrupos de pessoas que se reúnem para um único propósito: alcançar a sobriedade.

Tratamentos Que Priorizam a Individualidade

O Centro de tratamento Recanto Vale Verde oferece atendimento para dependentes químicos e alcoolistas (termo correto para se referir ao paciente dependente de bebidas alcoólicas).

Na clinica de Reabilitação Recanto Vale Verde, o tratamento é exclusivo e considera as potencialidades e necessidades de cada um. A  Além disso, o Recanto Vale Verde conta com uma equipe preparada para auxiliar cada um dos pacientes na retomada da qualidade de vida, sempre com respeito ao paciente e a sua família.

palestra sobre o tratamento do alcoolismo

Leia mais
Entenda o Processo de Dependência Familiar | Blog Recanto Vale Verde
Entenda o Processo de Dependência Familiar | Blog Recanto Vale Verde
postado por admin 18 de novembro 2019

A família de um dependente químico seja de drogas e álcool sofre muito ao ver seu ente querido passando por esse tipo de situação. Muitas vezes a mãe do dependente, esposa ou algum outro membro da família se torna um codependente químico.

Entendendo Sobre o Processo de Dependência Familiar

O termo codependente é usado quando uma pessoa da família que sofre um grande impacto emocional e passa a viver a vida do dependente químico. Auxiliando, cedendo e até mesmo patrocinando o usuário no consumo de drogas.

Muitas vezes os familiares não sabem como agir e acabam adoecendo emocionalmente em um primeiro momento, porém a codependência pode evoluir para a depressão, hipertensão e outras doenças mais graves.

A família de um dependente químico deseja muitas vezes esconder a situação e não tratam “ à primeira vista- o uso de drogas como um problema grave, porém, com o tempo é inevitável o agravamento da situação tanto para o dependente químico quanto para o familiar.

Estudiosos apontam que existam fases da codependência familiar em casos de dependência química, são elas:

1- Fase de Negação

No primeiro momento a família tende a não acreditar que as drogas estão afetando justo o seu núcleo familiar. Acreditam que a dependência química, seja ela de drogas e álcool, é algo distante da sua realidade.

2-A Fase do Silencio 

Depois da negação, desentendimentos e brigas constantes, na maioria das vezes ocorre uma preocupação alinhada ao desespero, onde a família tenta de todas as formas controlar o dependente químico. Tentando resolver a situação dentro de casa, sem falar sobre o assunto e sem envolver outras pessoas, sejam elas outros familiares, médicos ou terapeutas.

3- Fase onde Ocorre a Troca de Papéis e Manipulação Constante

No terceiro estágio da Dependência a família sente na pele a total desordem causada pela dependência química de drogas e álcool. É nesse momento que as mães tomadas pelo desespero saem na calada da noite em busca dos filhos, esposas assumem o controle total das despesas do lar – muitas vezes por não poderem contar com o companheiro – dependente de álcool e drogas. É  Nessa fase a familial também se torna um alvo fácil para os dependentes, que as manipulam e enganam para conseguirem os entorpecentes.

4- Fase da Exaustão Emocional e Física

Após tanto sofrimento por conta da doenças odos os membros da famí­lia ficam exaustos tanto emocionalmente quanto fisicamente. Nesse estágio a família já tentou internação, medicação e diversos tipos de tratamentos. A convivência fica cada vez mais insuportável e ocorre a desestruturação familiar.

Embora estudos apontem as fases da dependência química não podemos afirmar que em todos os casos os sintomas serão os mesmos, porém em todos os casos a famí­lia é fundamental para o tratamento e recuperação do dependente químico. E quanto mais rápido for a conscientização do paciente e dos familiares sobre a importância de tratamento, maiores são as chances de recuperação

Tratamento de Dependentes Químicos com o Envolvimento dos Familiares

Participar de grupos de apoio com pessoas que passam pela mesma situação irá ajudar bastante na recuperação da estrutura familiar – já que todos os envolvidos sabem o quanto sofrimento as drogas e o álcool trazem para a vida das pessoas. Na Clínica de Reabilitação Recanto Vale Verde o acompanhamento é garantido para os pacientes e familiares. Todos são envolvidos na recuperação tanto do dependente de drogas e álcool, quanto na recuperação das famílias.

Leia mais
Conheça a Equipe do Centro de Tratamento Recanto Vale Verde
Conheça a Equipe do Centro de Tratamento Recanto Vale Verde
postado por admin 18 de novembro 2019

A Equipe do Recanto Vale Verde tem o compromisso de melhoria continua com todos os familiares e principalmente pacientes da Clínica de Reabilitação Recanto Vale Verde.

Nossa missão é oferecer um tratamento de qualidade para dependentes químicos e alcoolistas.

Focados em oferecer um atendimento humanizado no tratamento de pacientes com dependência química e de álcool, a equipe liderada pelo Dr. José Roberto Otoboni- médico psiquiatra e coordenador, o Recanto Vale Verde conta com psicólogas, equipe de enfermagem, terapeutas, nutricionistas, equipe de cozinheiras, faxineiras e coordenadores.

Conheça nossa estrutura | Venha até o Centro de tratamento Recanto Vale Verde

Com uma estrutura confortável e acolhedora, a clínica de reabilitação Recanto Vale Verde está localizada em Vera Cruz, uma pequena cidade hospitaleira do interior de São Paulo.

Nosso endereço:

Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros KM 427, sentido Garça – Marília

Telefones: (14) 99714-2138 – Vivo | (14) 98114-4604 – Tim

Leia mais
Atividades Físicas Auxiliam na Recuperação de Dependentes Químicos
Atividades Físicas Auxiliam na Recuperação de Dependentes Químicos
postado por admin 18 de novembro 2019

Atividades fí­sicas auxiliam na recuperação de dependentes químicos

Atividades fí­sicas são um pilar importante para a saúde e qualidade de vida das pessoas e a prática de exercícios tem se tornado um auxilio para o tratamento de dependentes químicos, potencializando o tratamento e otimizando todo processo de desintoxicação.

Ao praticar atividades físicas o corpo libera endorfina, um neuro-hormônio que diminui a ansiedade e a irritabilidade, sensações constantes na vida de alguém que está em processo de desintoxicação das drogas. Outro ponto positivo é a ressocialização que acontece quando o dependente químico pratica exercícios em grupo, o contato com a natureza também traz muitos benefícios para o tratamento.

Apesar disso, estudos comprovam que cerca de 30 minutos de qualquer que seja a atividade frísica ajudam o paciente na retomada da autoestima, bom humor e energia nas atividades cotidianas.

Estar em tratamento da dependência química é um desafio diário, porém com o apoio da família e das pessoas que os cercam, associado a um tratamento médico adequado e atividades físicas farão a diferença na recuperação do individuo que sofre com a dependência de drogas e álcool.

Os pacientes que estão em tratamento da dependência química de drogas e álcool no Centro de Tratamento Recanto Vale Verde são estimulados a fazerem atividades físicas e cotidianas. Pequenas tarefas como ir à padaria ou à feira livre auxiliam no processo de ressocialização do dependente químico.

Leia mais
Dependência Química: Problema Biológico, Psicológico ou Social?
Dependência Química: Problema Biológico, Psicológico ou Social?
postado por admin 18 de novembro 2019

O consumo de álcool e drogas é uma realidade da maioria dos paí­ses inclusive do Brasil. estudiosos dizem que vários fatores sejam eles: ambientais, sociais ou psicológicos, podem influenciar um individuo a usar qualquer tipo de droga, seja ela licita ou ilícita.

Uma extensa pesquisa teve como objetivo mapear se a dependência quí­mica se trata de um problema social, biológico ou psicológico, porém esse tema é bastante complexo e requer avaliações profundas sobre qual é a relação entre as drogas e o homem.

A Luta Pela Felicidade X Amortecedor de Preocupações

O que retrata publicação de Ana Maria Belani no Caderno de Saúde Pública v.24 n.3, da Fundação Oswaldo Cruz. Segundo a pesquisadora as drogas, sejam elas caracterizadas lícitas ou ilícitas circulam em todas as classes sociais, mas atingem as pessoas de formas diferentes.  O uso de drogas para cada um dos indivíduos estaria a cargo pela luta por felicidade e como amortecedor de preocupações.

O Uso de Drogas e Álcool Ultrapassa Barreiras

Ainda segundo a pesquisadora, o problema das drogas vai além das questões médicas, alimentando questões e problemas relacionados a violência, a corrupção, a instabilidade polí­tica, o crime organizado, a lavagem de dinheiro, AIDS e outras doenças.

As Drogas Movimentam a Economia Ilegal

Outra observação importante é que as drogas empregam diretamente e indiretamente, milhares e milhares de pessoas no mundo e essa atividade agrega valor à sua existência, tornando o produto “droga” entre as três atividades mais lucrativas do mundo na economia ilegal.

Dependência Química: Uma Doença Grave Que Tem Tratamento

Em suma o consumo de drogas e álcool no Brasil e no mundo cresce cada vez mais e muitas vezes, quem usa drogas desconhece que ficarão doente na ausência daquela substancia. Estamos lidando com a dependência química, uma patologia grave que muda a forma que o individuo se relaciona com o mundo e com todos a sua volta.

Leia mais
O Papel da Famí­lia no Tratamento da Dependência Química
O Papel da Famí­lia no Tratamento da Dependência Química
postado por admin 18 de novembro 2019

A família de um paciente é um instrumento mediador que favorece o tratamento e a probabilidade de reabilitação do dependente. E são muitas as atitudes da famí­lia que trazem benefícios ao paciente em tratamento.

Aprender mais sobre a doença, participar de grupos de apoio auxiliam no cuidado mais afetivo do ente que sofre com a dependência química.

Aqui no Centro de Tratamento Recanto Vale Verde são realizadas reuniões familiares em grupo todos os meses, além de acompanhamento orientação e cuidados com as famílias dos pacientes que residem na clínica. Acreditamos que esse cuidado com todo o núcleo familiar é fundamental para que eles saibam que não estão sozinhos.

 

No CR Vale Verde a família é parte importante no tratamento dos dependentes químicos

Leia mais

® © todos os direitos reservados - 2015AV. ENGENHEIRO LUIZ CARLOS BERRINI, 1140 CONJ. 72 – CIDADE MONÇÕES – SÃO PAULO – SP – 04571-000